O Cantareira vai além da água

Além de sua importância no consumo, proteger o Sistema Cantareira é também conservar uma importante produção de alimentos.   

Na região do Sistema Cantareira, em geral as propriedades rurais pertencem a pequenos produtores que também utilizam a água para alimentar o gado e cultivar alimentos.

Os municípios que são provedores do Sistema Cantareira, ou seja, que fornecem a água para ser tratada, produzem alimentos como batata, café e milho, além da criação de gado, tanto para o corte quanto para a produção de laticínios.

Essas culturas dependem muito do Cantareira e isso destaca ainda mais a importância de sua conservação. Os agricultores são protagonistas nessa proteção, pois com o manejo dos animais e protegendo a água nas suas propriedades, eles ajudam na conservação e ainda melhoram a performance da sua produção.

 

Mudanças na produção

O segredo é plantar algo mais do que legumes e hortaliças, semeando água. O processo consiste em preservar uma vegetação nativa em propriedades rurais próximas das nascentes dos rios.

Saiba mais aqui.

Essa alteração gera um impacto na qualidade do solo e facilita o cultivo e a produção dos mais diversos tipos de alimentos. Para os pecuaristas, ainda há mais uma possibilidade de melhorar as condições da região e influenciar na produção de gado.

No pasto, onde o rebanho fica, é preciso que o fazendeiro faça uma divisão em pequenos lotes, os piquetes. Dessa forma, ele passeará por todo o pasto e demorará, de 30 a 40 dias, para voltar ao primeiro piquete. Isso dará tempo suficiente para a vegetação crescer e o gado terá um capim mais verde e nutritivo para se alimentar.

Se o fazendeiro conseguir fazer uma divisão a partir de 20 piquetes, a expectativa é que os resultados sejam melhores, já que aumentaria o tempo que o boi demora para retornar ao piquete inicial.

Além desse efeito, a produção agrícola em equilíbrio com o meio ambiente, contribui para que animais importantes, como pássaros e as abelhas, consigam fazer o seu trabalho de espalhar as sementes e também de polinização. Tudo dentro do ciclo que a própria natureza cria para a conservação do meio ambiente.

 

Receitas do Cantareira

• Doce de Goiaba (Goiabada)

• Sorvete de Cambuci

• Mousse de Uvaia

• Mousse de Ingá

• Suco de Pitanga

• Geleia de Jabuticaba

Doce de Goiaba (Goiabada)


Receita da produtora rural Ana Paula Figueiredo, do Sítio das Goiabas, em Nazaré Paulista. Parceira do Projeto Semeando Água.

Ingredientes
1.650 kg de goiaba
1 kg de açúcar

Modo de preparo
Lave as goiabas e deixe-as de molho no cloro por 15 minutos
Corte as goiabas ao meio, retire o miolo com as sementes e reserve
Lave as cascas (é importante que não fiquem sementes)
Bata o miolo com as sementes no liquidificador e coe para utilizar a polpa
Coloque o açúcar e as goiabas com casca na panela e assim que levantar fervura acrescente a polpa
Mexa até desgrudar do fundo da panela por aproximadamente 2 horas.

Rende 1 kg.

—————-

Sorvete de Cambuci

Ingredientes
1 xícara de açúcar
2 latas de creme de leite
2 latas de leite condensado
4 gemas de ovo
1 litro de leite
1/2 copo de água
10 cambucis maduros

Modo de preparo
Descasque seis cambucis e deixe quatro com casca. Coloque-os com o açúcar e a água numa panela e leve ao fogo. Em fogo baixo, deixe o cambuci cozinhar por 30 minutos. Mexa bem depois que começar o cozimento para o cambuci não grudar.
A dica para acertar o ponto é quando a consistência estiver parecida com a de um brigadeiro mole. Desligue o fogo.
Enquanto a calda com o cambuci esfria, passe as gemas numa peneira – isso é importante, para que o sorvete não fique com gosto de ovo. Daí, misture as gemas com o leite condensado e mexa bem, antes de colocar o leite.
Acrescente a calda do cambuci já fria, e volte para o fogo baixo. Mexa sempre até as gemas cozinharem, para não talhar; isso demora mais ou menos 40 minutos.
Espere esfriar e bata no liquidificador com o creme de leite, por uns dez minutos. Já na vasilha que vai para o congelador, mexa mais um pouco e deixe no freezer até endurecer.

Receita Sorvete de Cambuci da Dona Zélia Maria Paralego, de Paranapiacaba/SP

http://www2.santoandre.sp.gov.br/index.php/o-cambuci/receitas-com-cambuci

—————-

Mousse de Uvaia

Ingredientes
2 potes de iogurte
200 g de uvaia
½ xícara (chá) de água
1 pacote de gelatina sem sabor e incolor
1 lata de creme de leite
Açúcar a gosto

Modo de preparo
Ferva a água e as uvaias já descaroçadas.
Escorra e aproveite a água para derreter a gelatina em banho-maria.
Bata tudo no liquidificador.
Coloque em uma travessa e deixe gelar por pelo menos 4 horas.
Sirva gelado.

https://anamariabraga.globo.com/receita/mousse-de-uvaia

—————-

Mousse de Ingá

Ingredientes
2 unidades de ingá
½ xícara de chá de água
2 colheres de sopa cheias de leite em pó
3 colheres de sopa rasas de açúcar
1 xícara de chá de leite desnatado
1 colher de sopa de gelatina em pó

Modo de preparo
Cozinhe os ingás na água por 26 minutos.
Retire o caroço do ingá e bata-o no liquidificador com o leite em pó, o açúcar e a água.
Adicione o leite aos poucos.
Acrescente a gelatina sem sabor, preparada conforme instruções de uso.
Despeje o creme em um recipiente apropriado e leve para geladeira.

https://feirasorganicas.org.br/receita/mousse-de-inga/

—————-

Suco de Pitanga

Ingredientes
300g de lâmina de coco verde
100ml de água de coco
400g de pitanga

Modo de preparo
Retire a lâmina do coco verde (carne ou polpa) e bata no liquidificador junto com a água do coco.
Tire a polpa da pitanga, retirando seu caroço com uma faca ou com a mão mesmo.
Coloque as polpas em embalagens (separadamente) e leve ao congelador.
Depois da polpa congelada, triture ou amasse um pouco com um machucador.
Leve ao liquidificador e bata com a ajuda de uma colher grande
Mexa até obter uma textura pastosa.
Arrume em uma taça com uma colher, intercalando uma camada de coco e outra de pitanga.

http://www.belagil.com/receitas-inteiras/suco-de-coco-verde-com-pitanga

—————-

Geleia de Jabuticaba

Ingredientes
2 kg de jabuticaba
¼ de água
¼ de açúcar
½ limão

Modo de preparo
Lave bem as jabuticabas e retire os cabinhos.
Coloque as jabuticabas em uma panela grande e amasse bem com as mãos, ou com um amassador de batatas, ou com um pilão.
Leve ao fogo com um pouco de água e deixe cozinhar até que estejam macias ou por cerca de 30 minutos.
Passe em uma peneira com a ajuda de uma colher para obter um purê das jabuticabas.
Descarte os caroços e as partes mais duras que não consiga fazer passar pela peneira.
Tire a medida da quantidade de massa por xícaras, para calcular a medida de açúcar que vai usar.
Volte com a massa que obteve dessa peneirada à panela, junte açúcar (1/4 da medida da massa – por exemplo: se obteve 4 xícaras de purê de jabuticaba, junte 1 xícara de açúcar) e o suco de ½ limão.
Leve ao fogo, mexendo sempre, até engrossar. Coloque em vidros esterilizados e deixe 10 minutos em banho-maria depois de tampá-los. Espere esfriar.
Dica: Caso a geleia fique muito líquida espere esfriar e leve à geladeira, deixe por dois dias para tomar a consistência ideal de geleia.
Tempo de preparo: 45 minutos
Receita de Mauro Medeiros para Cátia Fonseca

https://www.tvcatiafonseca.com.br/receitas/doces/geleia-de-jabuticaba/

Fonte: DeepAsk